Samsung anuncia que construirá fábrica bilionária de chips no Texas

·3 min de leitura
Signage is seen at Samsung 837 in Manhattan, New York City, U.S., November 23, 2021. REUTERS/Andrew Kelly
Samsung pretende construir fábrica de semicondutores no estado americano do Texas. (REUTERS/Andrew Kelly)
  • Sul-coreanos pretendem construir fábrica de semicondutores no estado americano do Texas;

  • Samsung diz que nova fábrica aumentará produção de chips de alta tecnologia;

  • Fábrica de semicondutores é estratégia para lidar contra falta de chips;

A Samsung disse que planeja construir uma fábrica de semicondutores de US$ 17 bilhões em Taylor, nos arredores de Austin, Texas, em meio à escassez global de chips usados ​​em telefones, carros e outros dispositivos eletrônicos. Segundo a Associated Press, o investimento foi anunciado pelo governador do estado como "o maior investimento estrangeiro direto no estado de todos os tempos".

Leia também:

A empresa sul-coreana anunciou que começará a construir a fábrica do Texas no próximo ano e espera iniciar as operações no segundo semestre de 2024. A gigante de eletrônicos escolheu o local com base em uma série de fatores, incluindo incentivos do governo e a "prontidão e estabilidade" da população local infraestrutura, disse o vice-presidente da Samsung, Kinam Kim, falando em anúncio ao lado do governador Greg Abbott, do Partido Republicano.

Fábrica de semicondutores é estratégia para lidar contra falta de chips

A escassez de chips surgiu como um obstáculo aos negócios e uma séria preocupação com a segurança nacional dos Estados Unidos. O fornecimento curto de semicondutores iniciado pelas paralisações desde o início da pandemia, têm prejudicado a produção de novos veículos e dispositivos eletrônicos por mais de um ano. 

Novas questões de segurança econômica e nacional também estão em jogo, já que muitas empresas americanas dependem de chips produzidos no exterior, especialmente em Taiwan, que a China há muito reivindica como seu próprio território, o que alguns especialistas ouvidos pela Associated Press consideram como um "risco geopolítico".

Muitos fabricantes de chips estão espalhando suas operações de fabricação em resposta à escassez, que afetou setores, desde montadoras de automóveis até a indústria de videogames. Segundo a AP, a Samsung havia indicado anteriormente que estava explorando locais no Texas, Arizona e Nova York para uma possível nova fábrica de chips nos EUA. A gigante sul-coreana possui uma fábrica de fabricação de chips em Austin, Texas, desde o fim dos anos 1990, mas a maioria de seus centros de fabricação estão na Ásia.

A participação dos EUA no mercado mundial de fabricação de chips caiu de 37% em 1990 para 12% na atualidade, de acordo com a Semiconductor Industry Association. Por conta disso, o governo Biden tem pressionado o Congresso para aprovar a Lei "CHIPS" de US$ 52 bilhões (cerca de R$ 289 bi) para aumentar a fabricação e a pesquisa de chips de computador. Uma legislação separada também em consideração criaria um novo crédito fiscal para investimentos em instalações de fabricação de semicondutores.

Por fim, a Samsung disse que espera gastar US$ 17 bilhões (cerca de R$ 94,5 bi) no projeto de sua fábrica no Texas, que tornará o maior investimento da empresa nos Estados Unidos. Ela disse que a nova instalação aumentará a produção de chips de alta tecnologia usados ​​para comunicações móveis na tecnologia 5G, computação avançada e inteligência artificial, e também melhorar a resiliência da cadeia de abastecimento.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos