Samsung diz que não há decisão sobre retorno à Rússia

(Reuters) - A Samsung disse nesta quinta-feira que nada foi decidido, após um jornal publicar que a empresa deve retornar ao mercado russo neste ano, seis meses depois de suspender as remessas na esteira da invasão na Ucrânia.

O jornal russo Izvestia citou na quarta-feira uma fonte próxima à empresa dizendo que as vendas podem começar em outubro, que ela retomará o fornecimento de equipamentos para varejistas e reiniciará sua loja oficial online.

A Samsung congelou as remessas no início de março citando "desenvolvimentos geopolíticos atuais". A empresa foi a principal fornecedora de aparelhos para a Rússia no quarto trimestre de 2021, respondendo por 30% do mercado.

(Por David Ljunggren; reportagem adicional de Joyce Lee)