Sanders supera Biden pela primeira vez em pesquisa nacional democrata

(9 fev) Sanders participa de ato de campanha em Keene, New Hampshire

Impulsionado pelo bom resultado em Iowa, o senador independente Bernie Sanders superou pela primeira vez o ex-vice-presidente Joe Biden em uma pesquisa nacional sobre as primárias democratas para a eleição presidencial dos Estados Unidos publicada nesta segunda-feira (10), que também registra uma ascensão espetacular do milionário Michael Bloomberg.

Os resultados marcam um "ponto de inflexão dramático na corrida" pela indicação democrata para desafiar o presidente republicano Donald Trump em 3 de novembro, segundo a Universidade de Quinnipiac, que realizou a pesquisa.

É a primeira vez que o socialista Sanders (25%) aparece na frente do moderado Biden (17%) em uma pesquisa de opinião nacional.

Atrás deles está o ex-prefeito de Nova York Michael Bloomberg, que subiu para o terceiro lugar (15%), um aumento notável em comparação com os 8% registrados pela Universidade de Quinnipiac em pesquisa no final de janeiro.

Essa progressão é ainda mais notável porque esse ex-republicano e ex-independente não está fazendo campanha nos primeiros estados que votam nas primárias de fevereiro.

Bloomberg compensa essa ausência com uma publicidade forte de financiamento próprio nos estados que votarão nas primárias da "Super Terça" em 3 de março, quando o magnata e ex-prefeito entra na competição.

Em quarto lugar está a senadora progressista Elizabeth Warren (14%) e logo depois o jovem ex-prefeito Pete Buttigieg (10%), que aumentou sua popularidade desde o sucesso nas caóticas primárias de Iowa de 3 de fevereiro.

Realizada entre 5 e 9 de fevereiro, logo após essa votação caótica, a pesquisa da Quinnipiac mostra apenas 4% de votos para a senadora moderada Amy Klobuchar.

"O quarto lugar de Biden em Iowa derrubou claramente o que foi sua maior fortaleza: a percepção de que ele era o melhor para derrotar Donald Trump", disse Tim Malloy, da Universidade de Quinnipiac.

"Sem pesar Iowa ou New Hampshire (que vota nessa terça-feira), a sombra (de Bloomberg) flutua agora acima das primárias", disse o analista.

Em um possível duelo contra Trump, todos os pré-candidatos democratas melhor classificados seriam vitoriosos, segundo a pesquisa.

Na melhor posição estaria Bloomberg (51% contra 42% para Trump), seguido por Sanders (51% contra 43%) e Biden (50% contra 43%). A centrista Klobuchar (49% contra 43%) está ligeiramente à frente da progressista Warren (48% contra 44%) e do também moderado Buttigieg (47% contra 43% de Trump).