Apuração oficial confirma vitória sem maioria de conservadores na Bulgária

Sófia, 27 mar (EFE).- O conservador e populista partido GERB, do ex-primeiro-ministro Boiko Borisov, venceu as eleições realizadas ontem na Bulgária, mas precisará do apoio de outras duas legendas para formar um governo estável, segundo os dados divulgados nesta segunda-feira, com 97% dos votos apurados.

O GERB obteve 32,63% dos apoios, na frente do Partido Socialista Búlgaro (BSP), de Kornelia Ninova, com 27,1%, segundo a informação, ainda provisória, da Comissão Central Eleitoral.

Em terceiro lugar, com 9,08%, aparece a aliança Patriotas Unidos, integrada por três formações ultranacionalistas e com um forte discurso xenofóbico, seguida do Movimento de Direitos e Liberdades, o partido da minoria turca, que conseguiu 8,98%.

Com 4,16% entra também no parlamento o novo partido Volya, do empresário Veselin Mareshki.

Pendente ainda da distribuição oficial das 240 cadeiras, esse resultado permite prever uma complicada negociação para formar governo.

Uma vez que os socialistas se recusaram durante a campanha a formar uma grande coalizão com o GERB, Borisov precisará do apoio de pelo menos outros dois partidos para conseguir uma maioria suficiente de governo. EFE