Sandra Annenberg desabafa sobre menopausa: ''Não é fácil envelhecer, é sofrido''

Sandra Annenberg dá recado sobre covid-19 (Globo/Sergio Zalis)
Sandra Annenberg tem enfrentando diversos sintomas do climatério (FOTO: Globo/Sergio Zalis)

Sandra Annenberg deu seu relato sobre a menopausa ao debater o climatério - nome científico que descreve a transição fisiológica do período reprodutivo para o não reprodutivo da mulher - no "Saia Justa" da última quarta-feira (25). No programa, a jornalista ressaltou que não é fácil passar por esse período.

Aos 53 anos, ela revelou que tem enfrentado os mais diversos sintomas. "Estou no pico do climatério. Suador noturno, fogacho, de acordar empapada... Tem a pele que está seca, dá irritação. São 25 sintomas que existem no climatério e você ainda vai ter o seu. Cada uma vai ter o seu.”

A apresentadora do "Globo Repórter" também contou que levou um tempo para entender as mudanças de seu corpo, uma vez que acreditou que iria "passar batida". "Mas está pegando brabo", afirmou.

Com isso, a jornalista destacou que o climatério não é uma fase agradável. “Não é maravilhoso, não. A mãe fala para a gente da primeira menstruação, da transa - quando fala -, mas ninguém fala sobre a menopausa. É porque é simples: ninguém quer falar sobre envelhecimento. Não é fácil envelhecer, não é gostoso, é sofrido.”

Diante desse momento, o apoio do marido Ernesto Paglia tem sido fundamental. Ela ressaltou ainda que o esposo é um "companheirasso". "A gente conversa muito sobre isso", disse.

Apesar do lado ruim, a apresentadora destacou que a fase tem um lado bom, que vai além do fato de não menstruar mais. "Você se olha no espelho e você se reconhece como outra pessoa. Eu não sou mais aquela jovem, aquela mulher, sou outra pessoa."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos