Sandra de Sá: 'No início da carreira, já me propuseram fingir namoro com jogador de futebol'

David Barbosa
·1 minuto de leitura

RIO — “Eu não abro mão de mim” é a filosofia que norteou a estrada de Sandra de Sá ao longo de seus quase 41 anos de carreira. Palavras dela. Foi por pensar assim que a artista de 65 anos recusou a proposta de empresários, que lhe pediram para fingir um namoro com um jogador de futebol, no início de sua carreira, e que se desencantou com a política após tentar um cargo de vereadora na Câmara do Rio de Janeiro, em 2016. A partir desta sexta-feira, a carioca de Pilares revisita os hits e histórias de sua vida na série de lives “Sandra de Sá - Acústico”, transmitidas semanalmente no canal do YouTube da Verastar Produções, sempre às 19 horas, até o dia 12 de março.

Casada desde 2017 com a compositora Simone Malafaia, Sandra diz que, no início da carreira, não pensou que uma "sugestão" de alguns empresários pudesse ser uma forma de “mascarar” sua sexualidade, que ela só trouxe à tona numa entrevista na televisão em 2015.

— No começo da carreira, me propuseram fingir namoro com um jogador de futebol. Quando me vieram com essa, eu só disse: “Não estou a fim não”. E eles: “Ah, mas iria dar Ibope”... Na verdade, não é que eu seja boazinha. Acho que sou preguiçosa. Mentir dá muito trabalho — diz. — O exemplo maior que eu posso dar para as meninas de hoje é continuar sendo o que eu sou.

Leia a matéria completa aqui.