Sanfoneiro da banda que tocava na boate morreu no incêndio de Santa Maria

Santa Maria, 27 jan (EFE).- Um dos integrantes da banda que se apresentava no palco quando houve o incêndio na casa noturna Kiss na cidade de Santa Maria(RS) está entre os 232 mortos da tragédia, informou neste domingo um de seus amigos.

Trata-se de Danilo Jaques, sanfoneiro da banda Gurizada Fandangueira que estava no palco às 2h30 hora local (4h30 GMT) quando começou o fogo e não conseguiu escapar, segundo seu companheiro, o baterista Eliel de Lima.

Jaques foi o único integrante da banda que morreu no incêndio.

O músico publicou em sua página do Facebook que ajudou Jaques a soltar o acordeón para sair do lugar, mas ele não conseguiu sair da discoteca, onde além dos mortos houve 131 feridos.

O grupo Gurizada Fandangueira se apresentava com frequência na casa noturna, que na noite anterior estava lotada de estudantes da Universidade Federal de Santa Maria.

Segundo sobreviventes, o incêndio começou quando um dos integrantes da banda acendeu no palco um fogo pirotécnico conhecido como "chuva de prata", cujas faíscas atingiram o revestimento de espuma utilizado como isolante acústico no teto do estabelecimento.

"Tudo começou porque utilizaram artefatos pirotécnicos em um lugar fechado. Isso gerou um incêndio e uma fumaça muito tóxica que se expandiu rapidamente", explicou o comandante do Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Sul, coronel Guido de Melo.

Segundo Ingrid Goldani, uma das empregadas da casa, a fumaça cobriu todo o local em cerca de três minutos. EFE

Carregando...

Siga o Yahoo Notícias