Santander bloqueará transferências do Reino Unido para plataformas de criptomoedas

Por Elizabeth Howcroft

LONDRES (Reuters) - O Santander impedirá que clientes do Reino Unido enviem pagamentos em tempo real para plataformas de criptomoedas no ano que vem como parte de medidas para proteger clientes de golpes, disse o banco em comunicado nesta sexta-feira.

Sem especificar uma data, o banco afirmou que introduzirá um bloqueio em todos os pagamentos em tempo real para trocas de criptomoedas feitas por telefone e pagamentos em agências, como serviços bancários online e em dispositivos móveis.

A partir do dia 15 deste mês, o banco se juntará a outros bancos de varejo do Reino Unido para limitar transferências de clientes para exchanges de criptomoedas. Os clientes enfrentarão limites de mil libras (1.123 dólares) por transação e 3 mil libras no total durante períodos de 30 dias. Os clientes ainda poderão receber pagamentos de plataformas de criptomoedas.

O Santander viu um grande aumento no número de clientes do Reino Unido se tornando vítimas de fraude de criptomoedas nos últimos meses, disse o banco.

"Pretendemos proteger ainda mais os clientes bloqueando todos os pagamentos mais rápidos que identificamos para trocas de criptomoedas das contas do Santander – isso será implementado ao longo de 2023".

O Santander disse que continuará bloqueando todas as transferências para a Binance, política introduzida em 2021 após um alerta do regulador financeiro britânico sobre a plataforma.

A Binance não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

(Por Elizabeth Howcroft)