Santos demite Newton Drummond

Newton Drummond havia chegado para substituir Edu Dracena (Ivan Storti/Santos) (Ivan Storti/Santos)

Pouco mais de um mês após ser contratado, Newton Drummond não é mais diretor-executivo de futebol do Santos. A decisão de demiti-lo partiu do presidente Andrés Rueda, na manhã desta quinta-feira, devido a diferenças entre eles.

O corte ratifica a fama do Santos de moedor de diretores. Desde o início da era Rueda, o clube contou de maneira rápida com passagens de Edu Dracena, André Mazzuco, Jorge Andrade e Felipe Ximenes.

Um dos motivos do conflito entre Drummond e Rueda foi a falta de autonomia no dia a dia. Um exemplo pode ser visto na busca pelo lateral-direito. O executivo tinha conversas avançadas com Claudio Winck, do Marítimo, mas o presidente acabou fechando com Nathan, do Boavista.

As chegadas de Luan, Carabajal e Soteldo foram, segundo pessoas do próprio Santos, conduzidas de forma quase que exclusiva pelo presidente.

De qualquer forma, depois da chegada de Drummond à Vila Belmiro, o desempenho do time no Campeonato Brasileiro melhorou. Ameaçado de rebaixamento algumas rodadas atrás, o Peixe ocupa hoje a 10ª colocação, com 30 pontos.