São Paulo e Santos estão abraçados na luta contra o rebaixamento

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
BA - Salvador - 07/11/2021 - BRASILEIRO 2021, BAHIA X SAO PAULO - Orejuela jogador do Sao Paulo durante partida contra o Bahia no estadio Arena Fonte Nova pelo campeonato Brasileiro A 2021. Foto: Jhony Pinho/AGIF
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

São Paulo e Santos tiveram atuações fraquíssimas nas duas derrotas para Bahia e Palmeiras, em mais uma rodada importante da Série A do Brasileiro. Os dois times mereceram perder e seguem ameaçados de rebaixamento.

O São Paulo teve a semana livre de treinos e foi totalmente dominado pelo Bahia. A derrota de 1 a 0 ficou barata, pelo desempenho superior dos baianos. Rogério Ceni escalou o 3-5-2 mais uma vez, mas Orejuela, Igor Gomes e Gabriel Sara não jogaram nada. O Bahia controlou o meio-campo e teve Gilberto e Juninho Capixaba superiores ao sistema defensivo são-paulino. 

Leia também:

Rogério Ceni ainda tentou algo diferente com Shailon e Wellington, mas as mudanças não surtiram efeito. Calleri entrou no segundo tempo e não recebeu nenhum passe. Apesar da desorganização, o SP quase empatou num chute maravilhoso de Benitez numa defesa espetacular de Danilo Fernandes, em lance individual do argentino. Se o SP empatasse, não seria justo. 

Antes, o Santos recebeu o Palmeiras, na Vila Belmiro. Os 2 a 0 do Palmeiras escancararam a diferença entre os dois clubes, no momento. O Santos até que incomodou o adversário, com bons 20 minutos iniciais. Mas bastou o Palmeiras aquecer e entrar no jogo, para mostrar o abismo dentro de campo. Rony fez 1 a 0 no final da primeira etapa, deixando o clássico como o Palmeiras queria. 

Depois, o Palmeiras voltou ainda mais contundente e teve muitos espaços para atacar, chegando aos 2 a 0 com bonito gol de Veiga. O Santos se abalou e não teve forças para reagir, mesmo que Zanocelo e Lucas Braga tenham obrigado Weverton a fazer duas defesas difíceis. 

Agora, SP e Santos têm confrontos complicados pela frente. O tricolor está sete pontos e o Santos cinco pontos à frente do Juventude, que tem 30 pontos e uma partida a menos em relação aos dois times. Pelo nível apresentado por SP e Santos, é correto dizer que eles estão abraçados na luta para não cair. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos