São Paulo engoliu o Racing e espera o Palmeiras para dois clássicos gigantes

·1 minuto de leitura
Marquinhos comemora seu gol na vitória enorme sobre o Racing. Foto: FotoBaires/AGIF
Marquinhos comemora seu gol na vitória enorme sobre o Racing. Foto: FotoBaires/AGIF

O São Paulo fez uma atuação sem reparos e bateu o Racing por 3 a 1, garantindo vaga nas quartas-de-final da Libertadores da América. A vitória foi construída com desempenho muito bom e escolhas cirúrgicas de Crespo na escalação. 

O time começou com Wellington na ala esquerda, apenas Liziero como volante e Gabriel Sara e Benítez compondo o meio-campo para assistir Rigoni e Marquinhos. O garoto sempre foi elogiado por Crespo e ganhou a oportunidade da sua carreira, sendo protagonista no resultado. Marquinhos, Rigoni, Wellington e Miranda tiveram atuações soberbas e mudaram a fotografia são-paulina. 

Antes do jogo, havia muita desconfiança a respeito do tricolor, pelos problemas físicos e técnicos, admitidos por Crespo. O SP colocou a tradição em campo e foi para cima dos argentinos, desde o início. O primeiro gol no final da primeira etapa e o segundo no começo do segundo tempo, mataram o Racing. Com 2 a 0, o SP só seria eliminado se perdesse a partida, algo que ficou distante pelo cenário do confronto. Ao natural, o SP chegou ao terceiro gol e fechou a conta. 

Agora, o SP espera o Palmeiras, franco favorito para bater a Universidad Católica e virar o adversário são-paulino. Isso confirmado, serão dois clássicos espetaculares, reprisando a final recente do Campeonato Paulista. A ver, com enorme expectativa. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos