São Paulo estuda transferir carnaval de rua para Autódromo de Interlagos

·2 min de leitura
General view of the traditional Galo da Madrugada (Dawn Rooster) carnival parade along the streets of Sao Paulo, Brazil on February 25, 2020. (Photo by NELSON ALMEIDA / AFP) (Photo by NELSON ALMEIDA/AFP via Getty Images)
General view of the traditional Galo da Madrugada (Dawn Rooster) carnival parade along the streets of Sao Paulo, Brazil on February 25, 2020. (Photo by NELSON ALMEIDA / AFP) (Photo by NELSON ALMEIDA/AFP via Getty Images)

A Prefeitura de São Paulo estuda a possibilidade de transferir o desfile de blocos de rua do carnaval de 2022 para o Autódromo de Interlagos. A informação foi divulgada inicialmente pela coluna da Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo, pelo prefeito Ricardo Nunes (MDB).

O tradicional desfile das escolas de samba, no entanto, deve seguir no Sambódromo do Anhembi.

A cidade do Rio de Janeiro anunciou nesta terça (4) o cancelamento de seu Carnaval de rua, devido ao aumento explosivo de casos de Covid.

Nunes afirmou à coluna que a decisão ainda não é certa, mas está sendo estudada para garantir a segurança sanitária na cidade e, ao mesmo tempo, realizar a festa, que gera milhares de empregos.

"Vamos fazer uma reunião na quinta-feira [dia 6] para estudar os cenários", afirmou ele.

People have fun at the Pirate Ship Block with Baiana Baiana System and singer BNegano on Tiradentes Avenue, north of São Paulo, this afternoon. March 09, 2019.  (Photo by Fabio Vieira/FotoRua/NurPhoto via Getty Images)
People have fun at the Pirate Ship Block with Baiana Baiana System and singer BNegano on Tiradentes Avenue, north of São Paulo, this afternoon. March 09, 2019. (Photo by Fabio Vieira/FotoRua/NurPhoto via Getty Images)

Uma vez no autódromo, a prefeitura poderia, por exemplo, liberar a entrada apenas pessoas vacinadas, exigindo a comprovação da imunização.

Caso a ideia vá adiante, o Carnaval deve ser absurdamente menor, já que dificilmente o autódromo poderia comportar os 696 blocos autorizados a circular pela cidade e mais as 15 milhões de pessoas esperadas para os dias da folia. 

"Poderíamos fazer um sorteio de blocos que poderiam se apresentar em Interlagos, por exemplo", avalia o prefeito.

O Carnaval da cidade gera uma movimentação financeira de R$ 2,7 bilhões. Apenas a AmBev, de acordo com a prefeitura, deve investir R$ 23 milhões em patrocínio e cadastrar cerca de 20 mil pessoas para vender suas cervejas.

O desfile das escolas de samba está confirmado para o Sambódromo, um ambiente mais controlado e onde será exigida também a apresentação da carteira de vacinação na entrada.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos