São Paulo faz reunião com empresário e fica perto de acordo com Jucilei

Jucilei vai custar R$ 3,9 milhões aos cofres do Tricolor (Rubens Chiri/SPFC)

“Tem tudo para dar certo”. Foi assim que uma pessoa envolvida na reunião entre São Paulo e o representante de Jucilei definiu a possibilidade de o volante permanecer no Morumbi para 2018. O encontro ocorreu nesta quarta-feira, de acordo com apuração do Blog, e mostrou que a distância entre a oferta do clube e a pedida do jogador não é grande.

O Tricolor já tem desde segunda-feira um acordo com o Shandong Luneng para comprar o volante, de 29 anos de idade – os chineses aceitaram vendê-lo por 1 milhão de euros ou R$ 3,9 milhões. Meses atrás, a pedida era de 5 milhões de euros (R$ 19,4 milhões).

Para que Jucilei se torne jogador em definitivo do São Paulo, resta o acerto salarial. Foi por isso que Nick Arcuri, empresário de Jucilei, se encontrou com os dirigentes no período da manhã. O salário do ex-jogador da seleção brasileira hoje supera R$ 1 milhão – o São Paulo pagou pouco menos da metade durante o período de empréstimo, que termina em 31 de dezembro.

Depois de cinco anos no exterior, vestindo as camisas de Anzhi, Al Jazira e Shandong, Jucilei tem afirmado que aceita reduzir seus vencimentos para ficar no Brasil em definitivo.

Além da discussão salarial, Tricolor e Nick Arcuri precisam definir o valor das luvas, da comissão e o tempo de contrato. “O Jucilei é nossa prioridade, porque se encaixou perfeitamente em campo e fora dele”, resumiu um dirigente. Foi também para garantir a permanência de Jucilei e Hernanes que o São Paulo abriu mão do retorno de Kaká – pelo menos enquanto tinha Vinícius Pinotti como diretor-executivo.

Para acessar outras notícias do Blog do Jorge Nicola,  clique aqui: