Capital paulista reabre parcialmente parques e academias nesta segunda; conheça as regras

·2 minuto de leitura
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Academias e parque reabrem com restrições, nesta segunda-feira (13), depois de mais de 100 dias fechados na cidade de São Paulo devido à pandemia do novo coronavírus. A capital paulista está na fase amarela do Plano SP, que determina as condições para a retomada dos setores em todos o estado.

São Paulo está na fase amarela desde o início do mês de julho, estágio que autoriza a retomada de diversos setores, mediante o cumprimento de protocolos de segurança que precisam ser assinados pelas autoridades municipais.

Leia também:

As restrições que chamam mais atenção são as seguintes: 70 dos 107 parques municipais podem abrir nos dias de semana, o uso de chuveiro está proibido nas academias e estúdios de tatuagem, outra área que pode reabrir nessa segunda, devem funcionar por agendamentos espaçados por 40 minutos cada.

Os parques Ibirapuera e do Carmo abrirão das 6h às 16h, enquanto os demais deverão funcionar entre 10h e 16h. Está vetado o uso de bebedouros e chuveiros em parques, além de ser obrigatório usar mascara e obedecer o distanciamento mínimo de dois metros entre as pessoas. A entrada permitirá apenas 40% da capacidade.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Nas academias, que podem operar apenas com 30% da capacidade, o período máximo de funcionamento é de seis horas por dia, sendo permitidas apenas aulas individuais e com agendamento prévio. Uso de chuveiros está vetado, máscaras são obrigatórias durante toda a atividade e os estabelecimentos devem limpar os equipamentos ao menos três vezes ao dia.

A capital paulista já reabriu parcialmente o comércio de rua, shoppings, imobiliárias, bares, restaurantes, salões de beleza, entre outros.

Apesar de viver reabertura, o estado de São Paulo segue como o líder de vítimas da Covid-19 no país. Já são 17.848 óbitos, além de 371.997 casos confirmados do novo coronavírus. Os dados são do boletim mais recente do Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde) divulgado neste domingo (12).

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.