São Paulo registra queda de casos, internações e mortes por covid-19

Anita Efraim
·2 minuto de leitura
SAO PAULO, April 7, 2021 -- A journalist receives a free PCR COVID-19 test after a press conference with Sao Paulo State Governor Joao Doria on the National Journalists Day in Sao Paulo, Brazil, April 7, 2021. Brazil reported on Wednesday 3,829 COVID-19 deaths in the last 24 hours, bringing its total to 340,776, said the Ministry of Health. The ministry said that there were also 92,625 new COVID-19 infections in the same period of time, for an accumulated total of 13,193,205. (Photo by Rahel Patrasso/Xinhua via Getty) (Xinhua/Rahel Patrasso via Getty Images)
São Paulo já registrava queda nos casos e internações; agora, mortes também estão em queda (Foto: Rahel Patrasso/Xinhua via Getty)
  • São Paulo registrou queda de novos casos, internações e mortes por covid-19

  • É a primeira vez em dois meses que os três índices caem ao mesmo tempo

  • São Paulo está na "Fase de Transição" do Plano SP e reabrirá serviços na próxima semana

Pela primeira vez em dois meses, o estado de São Paulo registra uma queda no número de novos casos de covid-19, de internações e de mortes em decorrência da doença. A diminuição do número de óbitos foi de 23,6% em relação à semana anterior. 

Os casos e internações por covid-19 já estavam apresentando queda. Nesta semana, os novos contágios caíram 14,3% em relação à semana anterior, enquanto as internações tiveram queda de 6%. O governo avalia que as quedas estão diretamente relacionadas com as medidas mais restritivas no estado, como as que foram adotadas na Fase Emergencial e na Fase Vermelha. 

Leia também

(Foto: Reprodução/TV Cultura)
(Foto: Reprodução/TV Cultura)

Atualmente, o estado tem ocupação de 81,1% dos leitos de UTI, enquanto na Grande São Paulo o índice é de 79,2%. Ao todo, 10.808 pessoas estão internada em unidades de terapia intensiva com covid-19 em são Paulo. Em camas de enfermaria, são 12.004 pessoas. 

O estado de São Paulo soma 91.673 mortes por covid-19 e 2,8 milhões de casos da doença desde o início da pandemia do coronavírus. 

(Foto: Reprodução/TV Cultura)
(Foto: Reprodução/TV Cultura)

Fase de transição 

Com a melhora nos índices, São Paulo avançou no Plano SP e está na chamada "Fase de Transição". Desde o último dia 18, em todo o estado podem funcionar: 

  • Cultos, missas e outras atividades religiosas

  • Shoppings

  • Lojas de rua

No entanto, para atividades religiosas presenciais haverá restrições, segundo o governo do estado, como máximo de 25% de ocupação. Já o comércio poderá funcionar em todo estado entre 11h e 19h.

Veja o que poderá abrir na próxima semana

Acontecerá entre os dias 24 de abril e 30 de abril. Neste período, poderão ser retomados:

  • Restaurantes e similares

  • Salões de beleza

  • Barbearias

  • Atividades culturais

  • Academias

Da mesma forma que deve acontecer na primeira semana, as atividades terão restrições, podendo operar das 11h às 19h.

As academias, porém, funcionarão em dois horários: das 7h às 11h e das 15h às 19h. Todos os espaços deverão respeitos o aforo máximo de 25% de ocupação. O teletrabalho continua sendo recomendado para as atividades administrativas não essenciais.

O toque de recolher, no entanto, continuará valendo, entre 20h e 5h.