São Paulo vai divulgar marcas de vacinas disponíveis em postos de saúde para aplicação de 2ª dose

·1 minuto de leitura
SAO PAULO, BRAZIL - JUNE 18: A senior citizen receives the coronavirus vaccination shot at a vaccination post at UBS ColomboBasic Health Unit on June 18, 2021 in Sao Paulo, Brazil. According to official figures released by the Health Minister, the death toll in Brazil is approaching half a million victims. President Jair Bolsonaro faces a probe as the country undergoes the second-deadliest COVID-19 outbreak outside of the United States. Protests are being held against the Copa America, which is being played in four Brazilian cities amid a surge in cases and deaths.  (Photo by Rodrigo Paiva/Getty Images)
Prefeitura pretende disponibilizar informação no "filômetro" ainda este semana (Foto: Rodrigo Paiva/Getty Images)
  • Prefeitura de SP vai começar a divulgar marcas de vacinas disponíveis nas UBS para aplicação da segunda dose

  • Segundo o secretário de Saúde, Edson Aparecido, informação estará disponível do site do "filômetro"

  • Ideia da secretaria é que as informações estejam disponíveis na plataforma ainda nesta semana

A cidade de São Paulo vai começar a informar quais marcas de vacinas estarão disponíveis nos postos de saúde, mas apenas para a aplicação da segunda dose. A informação foi dada pelo secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, em entrevista ao UOL.

A ideia é que as informações estejam no “filômetro”, site no qual os paulistanos podem ver como estão as filas dos postos de saúde. As informações devem passar a constar na plataforma nessa semana.

Leia também

“Estamos correndo para termos nessa semana ainda na nossa plataforma a informação de qual é o tipo de imunizante disponível para que a pessoa não fique perambulando pelas unidades de saúde da cidade”, explicou Edson Aparecido.

A população não precisa ir ao mesmo posto de saúde em que tomou a primeira dose para receber a segunda. O objetivo da medida é melhorar o fluxo das pessoas nos postos de vacinação.

Sobre a vacinação para pessoas com 28 anos, o secretário negou que faltem vacinas da capital paulista. O que houve, segundo Edson Aparecido, foi um erro de interpretação em relação ao quantitativo de doses que serão enviadas à cidade de São Paulo.

“Amanhã estamos iniciando uma nova faixa etária de vacinação e esperando a remessa de novas doses para iniciarmos uma nova faixa na sexta-feira", explicou.

Nesta segunda, a cidade de São Paulo está vacinando gestantes que receberam a primeira dose da AstraZeneca. A segunda dose é a da Pfizer e está sendo aplicada em casa. Na terça, começam a ser imunizadas pessoas com 29 anos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos