São Paulo vai produzir Coronavac para crianças de 3 e 4 anos

Coronavac é produzida com insumo da Sinovac no Instituto Butantan (Foto: Buda Mendes/Getty Images)
Coronavac é produzida com insumo da Sinovac no Instituto Butantan (Foto: Buda Mendes/Getty Images)
  • Governo do estado irá importar 8 mil litros de IFA

  • Anvisa liberou vacinação da faixa etária na semana passada

  • Expectativa é que Coronavac seja aplicada em crianças já em agosto

O Instituto Butantan voltará a importar Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) da China para a produção da vacina contra covid-19 Coronavac, segundo informou o governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), nesta quarta-feira (20).

Serão importados 8 mil litros do insumo, que é produzido pelo laboratório Sinovac, para serem usados para fabricar 10 milhões de doses do imunizante, destinadas à vacinação de crianças de 3 e 4 anos.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou a vacinação da faixa etária na última quarta-feira (13). Segundo o Palácio dos Bandeirantes, as doses devem estar disponíveis já no começo de agosto.

"Tomamos essa decisão hoje, antes mesmo da inclusão no PNI (Programa Nacional de Imunizações), para que a gente tenha vacina suficiente para vacinar as crianças de São Paulo e colocá-las à disposição do Ministério da Saúde para vacinar as crianças do Brasil. A importação deve levar algumas semanas para que, se possível, no mês de agosto, a gente tenha essas vacinas disponíveis e poderemos começar a imunização dessas crianças”, afirmou Rodrigo Garcia.

"São Paulo vai usar os recursos da Fundação do Instituto Butantan pra fazer essa importação, acreditando que o Ministério da Saúde fará a aquisição das vacinas. Se a gente ficar aguardando inclusão no PNI pra fazer essa aquisição, nós vamos perder semanas preciosas", completou. "O Butantan nos informa não tem estoque da CoronaVac e que aguarda a inclusão dessa vacina no PNI dessa vacina para crianças de 3 a 5 anos para que ele possa acionar o laboratório parceiro, trazer as vacinas, envasar e distribuir para todo o Brasil. O início desse processo vai se dar com a inclusão oficial da CoronaVac para vacinar crianças de 3 e 5 anos no PNI.”

O estado de São Paulo já vacinou, segundo dados oficiais, 6,1 milhões de crianças entre 5 e 11 anos. Do total do público, 66,3% está com esquema vacinal completo e 86,9% recebeu a primeira dose. Agora, há 1,1 milhão de crianças de 3 e 4 anos esperando para receber o imunizante no estado.

Crianças menores de 5 anos e maiores de 3 anos com comorbidade, deficiência ou indígenas já podem se vacinar a partir desta quarta-feira (20) na capital paulista. A prioridade foi dada pois, segundo o prefeito Ricardo Nunes (MDB), não há doses para todas as 313.826 crianças com 3 e 4 anos na cidade.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos