Sapo gigante de 2,7 kg é encontrado em parque na Austrália

Guardas-florestais australianos mataram um sapo gigante invasor encontrado em um parque costeiro, uma espécie marrom com comprimento de um braço humano e pesando 2,7 quilos.

O anfíbio, também conhecido como sapo-cururu, foi detectado quando uma cobra obrigou os funcionários do parque a pararem, quando dirigiam pelo Parque Nacional Conway, de Queensland, disse o governo do estado.

"Me abaixei e agarrei o sapo-cururu. Quase não acreditei no quão grande e pesado ele era", disse a guarda-florestal Kylee Gray, contando como encontrou o anfíbio, na semana passada.

“Um sapo-cururu desse tamanho come qualquer coisa que caiba em sua boca, e isso inclui insetos, répteis e pequenos mamíferos”, explicou.

O animal foi retirado e depois sacrificado.

Os sapos-cururu foram levados para Queensland em 1935, para ajudar a controlar uma praga de besouros. Teve, no entanto, consequências devastadoras para outras espécies.

O sapo gigante de 2,7 kg, quase o peso de um bebê recém-nascido, pode quebrar o recorde de exemplar mais pesado já encontrado, informou o Departamento de Meio Ambiente e Ciência de Queensland, em um comunicado.

A instituição descreveu-o como um "monstro" e antecipou que seu corpo empalhado poderá ser levado para o Museu de Queensland.

djw/sft/cwl/mas/atm/tt