Sargento do Exército é condenado a prisão por beijar aluna de 14 anos na boca

RIO — Um sargento do Exército foi condenado a quatro anos de prisão por ter assediado uma estudante de 14 anos que estudava no 8º ano do Colégio Militar de Brasília. O réu também foi expulso das Forças Armadas.

Na sentença proferida pela juíza Flávia Ximenes Aguiar de Sousa consta que o sargento era músico, dava aula de percussão para a vítima e deu um beijo na boca da menina.

A magistrada entendeu que a atitude do sargento incidiu na prática de atentado violento ao pudor, com a circunstância de violência presumida.