Sargento se afoga, é ressuscitado após 50 minutos e morre pouco tempo depois

·1 min de leitura
Sargento se afoga, consegue ser socorrido e reanimado, mas não resiste e morre horas depois
Sargento se afoga, consegue ser socorrido e reanimado, mas não resiste e morre horas depois. (Foto: Reprodução)
  • Um sargento da reserva da Polícia Militar morreu após se afogar em Praia Grande (litoral de SP)

  • Ele foi socorrido a uma unidade de saúde da cidade e foi reanimado por 50 minutos

  • O homem voltou à vida, mas não resistiu e morreu pouco tempo depois

Um sargento da reserva da Polícia Militar morreu após se afogar no mar de Praia Grande, no litoral de São Paulo, no último sábado (22).

De acordo com reportagem do portal G1, Sergio Alves Mendes, de 50 anos, se afogou por volta das 13h. Ele foi socorrido a uma unidade de saúde da cidade e foi reanimado por 50 minutos. O sargento voltou à vida, mas não resistiu e morreu pouco tempo depois.

Segundo o Grupamento de Bombeiros Marítimo (GBMar), ele estava com a família e entrou no mar para se banhar, quando foi arrastado por uma corrente de retorno e passou a se afogar.

Banhistas que estavam no local o viram e entraram no mar para levá-lo até a faixa de areia, conforme apuração do portal G1. Durante o resgate, guarda-vidas foram acionadas e o pegaram já inconsciente.

Sergio foi encaminhado até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Samambaia, onde foi reanimado e teve os sinais vitais reestabelecidos após manobras de ressuscitação. Apesar disso, o sargento não resistiu e acabou morrendo.

Ainda de acordo com o GBMar, Mendes atuou pela última vez no 46º Batalhão de Polícia Militar Metropolitana, sediado na capital paulista.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos