SBT celebra seus 40 anos com NFTs de Sílvio Santos

·1 min de leitura
SBT é o primeiro canal de televisão do Brasil a entrar no setor dos NFTs. Foto: Reprodução/Internet.
SBT é o primeiro canal de televisão do Brasil a entrar no setor dos NFTs. Foto: Reprodução/Internet.
  • SBT é o primeiro canal de televisão do Brasil a entrar no setor dos NFTs

  • O leilão vai até o dia 30 de setembro

  • Obras terão tiragem única

Para celebrar seu aniversário de 40 anos, o SBT está lançando uma nova coleção de NFTs de momentos memoráveis de seu fundador Sílvio Santos. Os criptoativos foram gerados e validados na blockchain Polygon e serão leiloados na plataforma brasileira InspireIP.

No momento, estão sendo negociadas obras de quatro momentos de Sílvio Santos: Onde tudo começou (1981); Topa Tudo por Dinheiro (1992); De casa nova (1996) e Teleton (1998). Cada NFT terá tiragem única.

Leia também:

O SBT é o primeiro canal de televisão brasileiro a entrar no setor dos NFTs (sigla em inglês para “token não fungível”). A tecnologia tem sido cada vez mais usada para vender obras ou até eventos raros, que têm sua autenticidade verificada através de uma blockchain. Além de obras de arte digitais, inclusive tuítes ou memes podem ser vendidos no formato NFT. Recentemente, até mesmo obras de van Gogh e da Vinci e fotos inéditas de Chris Cornell tiveram cópias em NFT vendidas em leilões. No mês passado, um menino londrino de 12 anos faturou mais de R$ 800 mil com a venda de uma coleção de “baleias estranhas” que ele criou em NFT.

Os interessados no leilão do SBT devem comprar a criptomoeda Matic para poder fazer as transações no InspireIP, além de ter uma carteira MetaMask. A Matic pode ser comprada com cartão de crédito ou mesmo outras criptomoedas. Segundo o SBT, os NFTs só poderão ser negociados comercialmente no InspireIP.

As informações são do Exame.com.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos