"fungo preto" em paciente com coronavírus é investigado em SC

·2 minuto de leitura
Mucor mold, bread mold fungi, found in soil, digestive systems, 3D illustration. Opportunistic fungi that cause zygomycosis, and also involved in nose infections, chronic fungal rhinosinusitis
Mucor mold, bread mold fungi, found in soil, digestive systems, 3D illustration. Opportunistic fungi that cause zygomycosis, and also involved in nose infections, chronic fungal rhinosinusitis
  • Uma abordagem policial em Goiás causou revolta na internet

  • Agentes com arma em punho algemaram o youtuber Filipe Ferreira enquanto ele produzia conteúdo para seu canal

  • Nas redes sociais, a ação policial foi classificada como racista, porque Filipe é negro

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina e a prefeitura de Joinville investigam um caso provável de mucormicose, infecção fúngica chamada popularmente como "fungo preto", em um paciente de 52 anos que já foi diagnosticado com coronavírus.

Segundo o portal G1, o paciente está internado em um hospital particular de Joinville e fez uma cirurgia na última semana. O homem é morador de Joinville, testou positivo para Covid-19 em fevereiro deste ano e tem histórico de comorbidades (diabetes mellitus e artrite reumatoide).

Leia também

As notícias sobre o quadro clínico do paciente são compartilhadas apenas com o Ministério da Saúde e com a Secretaria de Estado da Saúde (SES). Os órgãos não informaram se há previsão de quando o diagnostico será confirmado.

Segundo a prefeitura de Joinville, a situação já estava sendo acompanhada desde março, quando foi cogitada a hipótese do diagnóstico no morador. Em 20 de fevereiro, o paciente apresentou sintomas gripais e fez um teste que confirmou o diagnóstico positivo para a Covid-19.

Cerca de um mês depois, no dia 19 de março, em função de uma fraqueza generalizada relacionada ao coronavírus, ele foi internado. Após melhorar da doença, o homem recebeu alta no dia 4 de abril.

Por ter apresentado uma complicação metabólica chamada de cetoacidose diabética, que é caracterizada por fatores relacionados com a diabetes, o paciente teve celulite facial (infecção grave que pode espalhar-se para outras partes do corpo) e prejudicou a visão.

Por este motivo, um médico especialista começou a acompanhar o caso. O morador foi internado em 21 de maio para realização de procedimento cirúrgico, que foi feito na quarta-feira (26).

Conhecido popularmente como "fungo preto", o quadro mata mais de 50% dos acometidos. Muitos precisam passar por cirurgias mutilantes, que retiram partes do corpo afetadas pelo micro-organismo, como os olhos.

A infecção provocada por fungos que já acometeu quase 9 mil pacientes com Covid-19 na Índia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos