Scarlett Johansson foi acusada de embranquecer história de "Ghost in The Shell"

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Scarlett Johansson em cena de "Ghost in the Shell" (reprodução)
Scarlett Johansson em cena de "Ghost in the Shell" (reprodução)

A contratação de Scarlett Johansson para viver Matoko, protagonista de “Ghost in the Shell”, não repercutiu bem em 2017. Por um motivo óbvio: no mangá criado por Masamune Shirow, a personagem é asiática, e não caucasiana como a atriz estadunidense.

Apesar das fortes críticas e acusações de embranquecimento da história por parte de Hollywood, a atriz não desistiu do papel e poderá ser vista na história de ficção científica neste domingo (18), na TV Globo, no Domingo Maior.

Mesmo após o fracasso do longa nos EUA (US$ 40 milhões arrecadados, um número pequeno para blockbusters dessa dimensão) e as muitas críticas recebidas, Johansson não se arrependeu do projeto, acreditando não ter participado de uma obra ofensiva.

"Eu certamente nunca presumiria interpretar uma pessoa de outra etnia. Diversidade é importante em Hollywood, e eu nunca iria querer sentir como se eu estivesse interpretando um personagem que era ofensivo", disse ela em entrevista à Marie Claire.

"Além disso, ter uma franquia com uma protagonista feminina é uma oportunidade tão rara. Certamente, sinto a enorme pressão disso – o peso de uma propriedade tão grande em meus ombros", completou na mesma conversa.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos