Schlumberger New Energy, Chevron e Microsoft colaboram com a bioenergia de carbono negativo

·6 minuto de leitura

Tecnologia da Clean Energy Systems para remover emissões de CO2 equivalentes a 65 mil residências

A Schlumberger New Energy, a Chevron Corporation, a Microsoft e a Clean Energy Systems anunciaram hoje planos para desenvolver um projeto revolucionário de bioenergia com captura e sequestro de carbono (bioenergy with carbon capture and sequestration, BECCS) projetado para produzir energia carbono negativo em Mendota, Califórnia.

A planta BECCS irá converter biomassa de resíduos agrícolas, como amendoeiras, em gás de síntese renovável que será misturado com oxigênio em um combustor para gerar eletricidade. Espera-se que mais de 99% do carbono do processo BECCS seja capturado para armazenamento permanente injetando dióxido de carbono (CO2) subterrâneo em profundas formações geológicas próximas.

Ao utilizar combustível de biomassa que consome CO2 ao longo de sua vida para produzir energia e depois armazenando permanentemente o CO2 produzido, o processo é projetado para resultar em emissões líquidas de carbono negativo, removendo eficientemente gás de efeito estufa da atmosfera. Espera-se que a planta, quando concluída, remova cerca de 300 mil toneladas de CO2 anualmente, o equivalente às emissões do uso de eletricidade de mais de 65 mil residências dos EUA.

"Estamos ansiosos para receber a Chevron e a Microsoft nesta animadora oportunidade, demonstrando ainda mais como exercemos um papel facilitador para lançar soluções de captura e sequestro em escala", afirmou Ashok Belani, vice-presidente executivo da Schlumberger New Energy. "Estamos diversificando nosso portfólio de projetos com parcerias em geografias e mercados selecionados onde políticas e regulamentações existentes podem tornar projetos atraentes hoje. Este exclusivo projeto BECCS na Califórnia é um exemplo revolucionário disso."

"Há uma enorme oportunidade para utilizar tecnologias de nuvem no setor energético para ajudar a acelerar a transformação digital do setor", afirmou Scott Guthrie, vice-presidente executivo da Cloud + AI da Microsoft. "A inovação nesta escala é acelerada através de nossa forte parceria, enquanto trabalhamos juntos para ajudar a fornecer um ambiente limpo e sustentável para comunidades locais."

"Estamos felizes em ter fortes parceiros juntando-se aos nossos esforços para abordar os desafios da mudança climática, melhorar a qualidade do ar no Vale Central e fazer uma contribuição vital para a economia global, reativando uma planta de biomassa ociosa", disse Keith Pronske, presidente e diretora executiva da Clean Energy Systems.

"A Chevron está ajudando a avançar para um futuro de carbono mais baixo", disse Bruce Niemeyer, vice-presidente de estratégia e sustentabilidade da Chevron. "Esperamos alavancar nossa experiência trabalhando na Califórnia, construindo projetos que podem ser repetidos, e realizando operações de captura e armazenamento de carbono em grande escala. O projeto é alinhado com o nosso foco em investimentos em tecnologia de baixo carbono para permitir soluções comerciais."

A instalação completa irá ajudar a melhorar a qualidade do ar no Vale Central utilizando aproximadamente 200 mil toneladas de resíduos agrícolas anualmente, de acordo com o recente plano do Conselho de controle de recursos do ar da Califórnia (California Air Resources Control Board) para começar a eliminar quase toda a significativa queima agrícola no Vale até 2025. A tecnologia de bioenergia é criada para operar sem emissões de rotina de óxido nitroso, monóxido de carbono e partículas de combustão produzidas por plantas convencionais de biomassa.

O projeto prevê criar até 300 empregos na construção e cerca de 30 empregos permanentes quando a instalação estiver operando. As empresas envolvidas esperam começar a engenharia e o projeto iniciais imediatamente, levando a uma decisão final de investimento em 2022, e depois irá avaliar outras oportunidades para escalonar esta solução de captura e sequestro de carbono.

Sobre a Schlumberger New Energy

A Schlumberger é a fornecedora líder mundial de tecnologia para a indústria global de energia. A Schlumberger New Energy explora novos caminhos de crescimento ao alavancar o capital intelectual e comercial da Schlumberger em mercados emergentes para novas energias, com foco em tecnologias de energia de baixo carbono e neutras em carbono. Suas atividades incluem empreendimentos nos domínios do hidrogênio, lítio, captura e apreensão de carbono, energia geotérmica e geoenergia para aquecimento e resfriamento de edifícios. www.slb.com

Sobre a Chevron

A Chevron Corporation é uma das principais empresas de energia integrada do mundo. Através de suas subsidiárias, que realizam negócios em todo o mundo, a empresa está envolvida em praticamente todas as facetas do setor de energia. A Chevron explora, produz e transporta petróleo bruto e gás natural; refina, comercializa e distribui combustíveis e lubrificantes de transporte; fabrica e vende produtos petroquímicos e aditivos; gera energia; e desenvolve e implanta tecnologias que melhoram o valor dos negócios em todos os aspectos das operações da empresa. A Chevron tem sede em San Ramon, Califórnia. Mais informações sobre a Chevron estão disponíveis em www.chevron.com.

Sobre a Clean Energy Systems

A Clean Energy Systems é uma líder global no desenvolvimento e implantação de sistemas de energia de redução de carbono. A empresa fez a transição com sucesso de princípios de combustão de motor de foguete comprovados e confiáveis para um sistema de geração de energia flexível e economicamente atraente para o benefício do nosso planeta. As tecnologias proprietárias da Clean Energy Systems permitem uma cogeração mais limpa e mais eficiente de energia, vapor, água, e CO2 capturado e oferecem ao mundo uma nova perspectiva da maneira como avaliamos o valor dos recursos naturais.

Declarações de advertência sobre declarações prospectivas

Este comunicado de imprensa contém "declarações prospectivas" segundo o significado atribuído pela legislação federal de valores mobiliários dos Estados Unidos, isto é, declarações sobre eventos futuros, e não sobre eventos passados. Geralmente, estas declarações contêm termos como "esperar", "poder", "acreditar", "planejar", "estimar", "pretender", "prever", "deveria", "poderia", "vai", "provavelmente", "meta" e outros semelhantes. Declarações prospectivas lidam com problemas que são, em diversos graus, incertos, tais como metas de emissões de carbono líquido negativo, melhoria na qualidade do ar, criação de empregos e outras previsões ou expectativas relacionadas à mudança climática global. Estas declarações estão sujeitas a riscos e incertezas, incluindo, mas não se limitando a, a incapacidade de alcançar metas de emissões de carbono líquido negativo; a incapacidade de reconhecer os benefícios pretendidos da parceria; a iniciativas legislativas e regulatórias tratando de preocupações ambientais, incluindo iniciativas tratando do impacto da mudança climática global; e outros riscos e incertezas detalhados nos relatórios públicos das empresas, incluindo os mais recentes formulários 10-K, 10-Q e 8-K da Schlumberger, apresentados ou fornecidos à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA. Se um ou mais desses ou outros riscos ou incertezas se materializarem (ou as consequências de tais mudanças de desenvolvimento), ou caso as premissas subjacentes se mostrarem incorretas, os resultados reais podem divergir materialmente daqueles refletidos em nossas declarações prospectivas. As declarações prospectivas refletem unicamente as informações disponíveis na data em que esta declaração à imprensa é proferida, e as partes se isentam de qualquer intenção ou obrigação de atualizar publicamente ou revisar tais declarações, seja como resultado de novas informações, eventos futuros ou por qualquer outra razão.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Ver a versão original em businesswire.com: https://www.businesswire.com/news/home/20210304006225/pt/

Contacts

Mídia
Giles Powell – Diretor de comunicações corporativas da Schlumberger Limited
communication@slb.com

Sean Comey, Chevron
+1-925-842-5509

Investidores
Ndubuisi Maduemezia – Vice-presidente de relações com investidores da Schlumberger Limited
Joy V. Domingo – Diretor de relações com investidores da Schlumberger Limited
Tel.: +1 (713) 375-3535
investor-relations@slb.com