Se contratar David Luiz, Flamengo completará um time inteiro de jogadores com histórico de Champions no elenco

·2 minuto de leitura

Uma régua possível para medir a qualidade de um jogador é a quantidade de vezes que ele atuou na Champions. No caso de um elenco, o número de atletas que já disputaram a competição de clubes mais importante do mundo. O Flamengo, ao contratar Andreas Pereira e Kenedy, chegou a dez jogadores com ao menos uma partida no torneio europeu. E o número tem a chance de crescer.

David Luiz pode ser o próximo reforço. O clube rubro-negro monitora as conversas do zagueiro com o Benfica, de Portugal. Os dirigentes de Lisboa demoram para alcançar o acerto. E com isso o Flamengo surge forte como alternativa para o defensor, outro habitué da Champions.

Tanto o vice-presidente Marcos Braz quanto o diretor de futebol Bruno Spindel já deixaram claro o interesse em contar com o jogador. A ideia é convencer David Luiz de que a transferência para o Flamengo pode ser interessante no aspecto esportivo — o zagueiro terá a chance de voltar a brigar por títulos, o que não aconteceu no Arsenal, seu último clube, e construir uma carreira também no Brasil.

Financeiramente, as partes entendem que o jogador terá de reduzir consideravelmente o salário que se acostumou a receber no futebol europeu caso realmente queira se transferir para o atual campeão brasileiro. Quem gere a carreira do zagueiro vê no Flamengo a oportunidade de David Luiz construir uma nova imagem no país, marcada pelo desempenho na Copa do Mundo de 2014 — ele era um dos jogadores em campo no 7 a 1 da Alemanha.

Ontem, o advogado do zagueiro postou foto no Instagram com a legenda “Tem samba no Flamengo” e deixou a torcida rubro-negra animada quanto a um desfecho positivo.

O jogador é a peça que falta para o Flamengo montar um time inteiro de jogadores com histórico na Champions. Diego Alves, Isla, Filipe Luís, Thiago Maia, Diego, Andreas Pereira, Vitinho, Kenedy, Gabigol e Bruno Henrique, todos eles entraram em campo ao menos uma vez na competição.

Enquanto David Luiz não vira realidade no Flamengo, um jogador é o rei da Champions no elenco. Filipe Luís é quem mais vezes atuou na competição: 46, pelo Chelsea, da Inglaterra, e principalmente pelo Atlético de Madrid. Só faltou o título. Por duas vezes, ele foi vice-campeão com a equipe espanhola, nas temporadas 2013/2014 e 2015/2016.

Atrás dele aparece Diego Ribas, com 35 partidas. O veterano de 36 anos jogou por seis clubes diferentes em 12 anos de Europa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos