Secretária de Relações Exteriores Liz Truss entra na corrida para ser premiê britãnica

Secretária de Relações Exteriores do Reino Unido, Liz Truss, em convenção do Partido Conservador, em Blackpool

Por Kate Holton e Andrew MacAskill

LONDRES (Reuters) - A secretária de Relações Exteriores do Reino Unido, Liz Truss, entrou na corrida para substituir Boris Johnson como primeiro-ministro nesta segunda-feira, elevando para 11 o número de candidatos em uma disputa cada vez mais amarga e imprevisível.

Truss, que ocupou cargos ministeriais em vários departamentos do governo, incluindo comércio, justiça e tesouro, disse que reduziria impostos e manteria uma linha dura contra o presidente russo, Vladimir Putin.

Johnson foi forçado a renunciar na quinta-feira passada depois que seu governo implodiu devido a uma série de escândalos.

A disputa é pela liderança do governista Partido Conservador, com o vencedor tornando-se então primeiro-ministro. O objetivo é encontrar um sucessor até setembro.

"Vou liderar um governo comprometido com os princípios conservadores fundamentais: impostos baixos, controle firme dos gastos, impulsionar o crescimento da economia e dar às pessoas a oportunidade de alcançar tudo o que quiserem", disse ela em um vídeo de campanha.

A disputa segue um dos períodos mais marcantes da história política britânica moderna, quando mais de 50 ministros do governo renunciaram, criticando caráter, integridade e incapacidade de Johnson de dizer a verdade.

Com muitos parlamentares descontentes com a permanência de Johnson no cargo até que um sucessor seja encontrado, o partido provavelmente acelerará o processo.

A questão dos cortes de impostos estava rapidamente se tornando a batalha central da disputa, com quase todos os candidatos prometendo cortar impostos para empresas ou pessoas físicas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos