Secretário de Comunicação divide opiniões no governo e na família Bolsonaro

Jussara Soares
O chefe da Secom de Bolsonaro, Fabio Wajngarten

BRASÍLIA — Personagem da mais nova crise no Palácio do Planalto, o chefe da Secretaria Especial de Comunicação da Presidência da República (Secom), Fábio Wajngarten, divide opiniões no governo e na própria família Bolsonaro. Apesar de receber elogios do presidente, a atuação do secretário passou a ser criticada no final do ano passado pelo vereador Carlos Bolsonaro, seu aliado quando chegou ao cargo há dez meses.

Wajngarten é próximo do advogado Frederick Wassef, atualmente à frente da defesa do senador Flávio Bolsonaro no caso envolvendo seu ex-asssessor Fabrício Queiroz e o suposto esquema de "rachadinha" no gabinete na Assembleia Legislativa do Rio.