Secretário-geral da NATO considera que a Rússia está limitada

As forças russas continuam os bombardeamentos no leste da Ucrânia, com particular intensidade na região de Donbass, mas, de acordo com os serviços secretos militares britânicos, Moscovo perdeu, provavelmente, um terço das tropas terrestres desde o início da guerra em fevereiro.

O Ministério da Defesa do Reino Unido indica que é improvável que a ofensiva russa em Donbass aumente de intensidade nos próximos 30 dias.

O secretário-geral da NATO considera que a Rússia está limitada.

"A guerra da Rússia na Ucrânia não está a correr como Moscovo tinha planeado. Eles não conseguiram conquistar Kiev. Estão a afastar-se de Kharkiv. A grande ofensiva em Donbass estagnou. A Rússia não está a atingir os seus objetivos estratégicos," afirmou o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg.

Se as forças russas estão a lutar, os combatentes ucranianos, por outro lado, fizeram incursões. O primeiro batalhão ucraniano chegou à fronteira russa na região de Kharkhiv no domingo.

Num centro cultural na vila de Derhachi, ao norte de Kharkiv,.três dias depois de ter sido atingido por ataques russos, os bombeiros ucranianos trabalham na operação de rescaldo.

As forças russas retiraram-se da área; agora têm como alvo as rotas de abastecimento e, no oeste, mísseis russos atingiram infraestruturas militares perto da cidade de Lviv.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos