Secretário-geral da ONU pede que Putin e Zelenksiy o recebam

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Secretário-geral da ONU, António Guterres
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Daphne Psaledakis

(Reuters) - O secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, pediu que o presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy, o recebam para discutir medidas com o objetivo de conseguir a paz entre os dois países.

O porta-voz da ONU Stephane Dujarric disse que cartas separadas foram enviadas às missões permanentes de Rússia e Ucrânia na tarde de terça-feira, pedindo que Putin receba Guterres em Moscou e Zelenskiy o receba em Kiev.

"O secretário-geral disse, que neste momento de grande perigo e consequências, ele gostaria de discutir passos urgentes para trazer a paz à Ucrânia e o futuro de multilateralismo fundamentado no estatuto das Nações Unidas e nas leis internacionais", disse Dujarric em nota.

Na terça-feira, Guterres pediu uma trégua humanitária para marcar a Páscoa Ortodoxa de quatro dias para suspender os combates na Ucrânia e permitir que os civis deixem áreas de conflito e a entrega de auxílio humanitário para áreas duramente atingidas.

A invasão da Ucrânia por Moscou, o maior ataque a um país europeu desde 1945, já matou e feriu milhares de pessoas. Mais de 12 milhões de pessoas necessitam de assistência humanitária hoje no país, afirmou Guterres.

Desde que iniciou o que chama de operação especial para desmilitarizar a Ucrânia, a Rússia bombardeou cidades até as transformar em escombros, e centenas de corpos de civis foram encontrados em cidades de onde suas forças já se retiraram. O país nega realizar ataques contra civis e diz, sem apresentar evidências, de que os sinais de atrocidades foram encenados.

Países ocidentais e a Ucrânia acusam Putin de cometer uma agressão não-provocada.

(Reportagem de Daphne Psaledakis)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos