Secretário-geral da ONU visita Paquistão após inundações

O secretário-geral da ONU, António Guterres, iniciou nesta sexta-feira (9) uma visita de dois dias ao Paquistão, cujas autoridades pediram ajuda para milhões de pessoas afetadas por inundações catastróficas.

Um terço do país, o equivalente ao tamanho do território do Reino Unido, está inundado após uma intensa temporada de chuvas de monção que deixaram quase 1.400 mortos e muitos danos materiais.

Em uma mensagem no Twitter antes de desembarcar no Paquistão, Guterres disse que desejava "estar com as pessoas neste momento de necessidade, estimular a ajuda internacional e levar a atenção global para as consequências desastrosas da mudança climática".

O governo do Paquistão elaborou um plano de ajuda e a ONU pediu no fim de agosto um financiamento internacional imediato de 160 milhões de dólares.

As autoridades do país indicaram que os reparos e a reconstrução das infraestruturas danificadas custarão pelo menos 10 bilhões de dólares, uma quantia impossível para a economia endividada do país, mas enfatizaram que a prioridade é fornecer comida e abrigo para milhões de pessoas que perderam suas casas.

A temporada de monção, que vai de junho a setembro, provoca fortes chuvas no sul da Ásia, mas há várias décadas o Paquistão não registrava tempestades tão intensas, atribuídas à mudança climática.

A agência meteorológica nacional afirmou que a temporada de monção de 2022 provocou uma média de chuvas cinco vezes acima do normal.

bur-fox/leg/dbh/zm/fp