Secretário de Roraima diz ter sido exonerado por defender direitos indígenas

Alex Rodrigues - Repórter da Agência Brasil

O ex-secretário do Índio de Roraima Dilson Ingaricó disse que foi exonerado do cargo, ontem (17), por defender os direitos dos povos indígenas. Ingaricó foi exonerado pelo vice-governador de Roraima, Paulo César Quartiero, que assumiu o comando do Poder Executivo estadual no lugar da governadora Suely Campos, licenciada do cargo até a próxima segunda-feira (24).

“Fui [nomeado] secretário de Estado para cumprir com a Constituição Federal; por entender que o Estado brasileiro tem uma dívida muito grande com as populações indígenas. Eu sou indígena, não tenho porque apoiar a destruição, o sofrimento das populações indígenas”, disse o ex-secretário, em entrevista à Rádio Nacional da Amazônia.

Produtor rural, Quartiero já se posicionou contra a homologação de novas terras indígenas. Em nota, a Secretaria de Comunicação Social do governo de Roraima informou que o governador considerou inadequadas as manifestações de Ingaricó nas redes sociais a favor de novas demarcações de terras indígenas. Ainda de acordo com a secretaria, o índio macuxi Silvestre Leocádio será convidado para assumir a pasta.

*Colaborou Graziele Bezerra, da Rádio Nacional da Amazônia