Secretário de Saúde da Bahia pede demissão após xingar chefe de cozinha de vagabunda

·1 minuto de leitura
***ARQUIVO***SALVADOR, BA, 16.01.2019: Entrevista com o governador da Bahia, Rui Costa (PT). (Foto: Márcio Lima/Folhapress)
***ARQUIVO***SALVADOR, BA, 16.01.2019: Entrevista com o governador da Bahia, Rui Costa (PT). (Foto: Márcio Lima/Folhapress)

TÓQUIO, JAPÃO (FOLHAPRESS) - O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, pediu exoneração do cargo no início da noite desta terça-feira (3). O pedido foi aceito pelo governador Rui Costa (PT).

A demissão acontece um dia depois de vir a público os ataques do secretário à empresária e chef de cozinha Angeluci Figueiredo.

Após fazer uma reserva e encontrar o restaurante de Angeluci fechado no fim de semana, Vilas-Boas enviou mensagens desaforadas à empresária e a chamou de vagabunda. O restaurante, que fica em uma ilha na Baía de Todos-os-Santos, não abriu por causa do mau tempo.

Angeluci respondeu ao secretário, indicando que ele agiu com misoginia. “Os tempos mudaram, secretário: inexistem contextos que justifiquem essa relação de senhor e vassalo”.

"O senhor chamaria de vagabundo um homem branco, dono de um restaurante, pelo fato de esse homem ter sido impedido de lhe atender num domingo de chuvas e ventos fortes?", completou a chef.

Na carta de demissão, Vilas-Boas agradeceu a confiança do governador e se desculpou-se pelo episódio envolvendo Angeluci Figueiredo. Ele estava na pasta desde o início da gestão Rui Costa, em 2015.

Em nota, o governo da Bahia informou que substituto de Fábio Vilas-Boas será anunciado nos próximos dias. Interinamente, a pasta será conduzida pela subsecretária Tereza Paim

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos