Secretário de Saúde do Rio comemora solidariedade da população e decisão da prefeitura de fechar comércio

Secretário estadual de Saúde, Edmar Santos

RIO - O secretário estadual de Saúde, Edmar Santos, disse nesta segunda-feira que a sociedade finalmente entendeu o risco que o coronavírus representa e está sendo solidária, com as pessoas ficando em casa. E comemorou o fato de a Prefeitura do Rio decidir interromper o comércio na capital, o que poderá ajudar na redução dos casos nessa região. Edmar anunciou ainda que, a partir das 14h desta segunda, o número 160 ficará à disposição da população para dúvidas a respeito do Covid-19. As declarações foram dadas em entrevista ao "Bom Dia Rio".

Edmar disse ainda que nas próximas duas semanas o número de casos da doença e de mortes continuará aumentando. Mas, segundo o secretário, isso é o previsto:

- Acontece que demora duas semanas para acelerar a curva. Não é para desacreditar. É para ficar em casa.

Em relação à promessa para 300 leitos disponíveis no Rio para pacientes com coronavírus, Edmar afirmou que o estado está avançando e esse número deve ser ultrapassado.

- Serão mais 130 amanhã e 65 na segunda (dia 30 de abril). Teremos também hospitais de campanha em quatro pontos do estado - destacou.

O estado investiga dez mortes suspeitas e Covid-19. Segundo o secretário, os testes para confirmar os resultados estão sendo realizados. Por fim, Santos fez um apelo para que a população se vacine contra a gripe. A capanha de vacinação começou nesta segunda-feira.