Secretário de Segurança do DF está nos EUA em tarde de caos em Brasília

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Anderson Torres, está nos Estados Unidos de férias neste domingo (8) de caos em Brasília.

Manifestantes bolsonaristas com pedidos antidemocráticos entraram na Esplanada dos Ministérios, invadiram áreas do Congresso, do Planalto e do STF (Supremo Tribunal Federal) e entraram em confronto com a PM.

Ex-ministro da Justiça do governo Jair Bolsonaro (PL), Anderson Torres disse, nas redes sociais, que determinou ao setor de operações da Secretaria de Segurança Pública providências imediatas para o restabelecimento da ordem no centro de Brasília.

A Polícia Militar lançou bombas de efeito moral contra os golpistas, apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

Um grupo de centenas d e manifestantes, vindo do acampamento diante do Quartel-General do Exército, chegou à Esplanada e se concentrou em frente ao Ministério da Justiça.

Uma parte invadiu a área superior e a área interna do Congresso e, em seguida, os manifestantes avançaram para a Praça dos Três Poderes, onde houve confronto, e se dirigiram ao Palácio do Planalto, onde entraram em uma parte do complexo e perduraram bandeira do Brasil em uma janela.

Em seguida, dirigiram-se ao STF, onde alcançaram uma área de segurança.

Integrantes do governo Lula, da Polícia Federal e do Supremo Tribunal Federal creditam ao governo do Distrito Federal, em especial à Secretaria de Segurança local a responsabilidade pela invasão de golpistas ao prédios do STF, do Congresso e do Palácio do Planalto.