Secretaria da Mulher da Câmara divulga nota de repúdio de post de Eduardo Bolsonaro sobre deputada

·2 minuto de leitura

A Secretaria da Mulher da Câmara dos Deputados divulgou nesta segunda-feira nota de repúdio à postagem feita em redes sociais pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), com imagem da deputada federal Professora Dayane Pimentel (PSL-BA).

Em três stories no Instagram, publicados na manhã de hoje, Eduardo Bolsonaro usa a imagem da parlamentar, que já apoiou o governo do presidente Jair Bolsonaro e participou do ato pelo impeachment no domingo em São Paulo, e a chama de "traidora nível hard". Em uma das imagens, a deputada aparece com um alvo no rosto.

No Twitter, Dayane Pimentel disse que se sente ameaçada:

"Um filho do presidente da República, ao que tudo indica ligado às milícias, posta uma foto minha com um alvo em meu rosto. Isso é uma ameaça? Deixo registrado que me sinto amplamente ameaçada por esses tiranos”.

No Instagram, a parlamentar baiana também questionou o comportamento do filho do presidente e disse que pretende entrar na Justiça contra ele:

"É isso aqui que os falsos conservadores, “cristãos e patriotas” de bem defendem? O filho do Presidente da República postando uma imagem minha com o alvo no rosto. Para vencer as eleições de 2018, eles diziam que iam combater bandidos, mas hoje eles querem combater mulheres comprometidas com o país".

Em nota, a Secretaria da Mulher da Câmara lamentou a atitude de Eduardo Bolsonaro e ressaltou que é algo recorrente.

"Lamentamos a postura recorrente de Eduardo Bolsonaro por meio de atos de violência política de gênero em redes sociais, incompatíveis com o mandato parlamentar e por se constituírem em verdadeiro atentado à Constituição brasileira, visto que, apesar da liberdade de expressão se configurar entre as liberdades constitucionais asseguradas, entretanto, aquele que pratica crime contra a honra ou ameaça à vida, seja no mundo físico ou em ambiente virtual, deve estar ciente de que está sujeito à responsabilização penal, que poderá ser de detenção e/ou multa, dependendo do crime, sem prejuízo da responsabilização civil por meio de indenização por danos morais e materiais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos