Secretaria municipal de Saúde recomenda que Colégio Pedro II reavalie calendário de retorno às aulas presenciais

·1 min de leitura

RIO — O comitê científico de enfrentamento à Covid-19 da Prefeitura do Rio recomendou ao Colégio Pedro II que reavalie seu cronograma de retorno às aulas presenciais. De acordo com um relatório da reunião desta quinta-feira, a instituição deve observar "as diretrizes da SMS já expedidas em outubro para toda a rede de escolas do RJ, independentemente do nível de ensino e sistema de ensino". A reitoria da rede federal decidiu que os alunos só voltarão às salas de aula em março de 2022.

A decisão da reitoria de adiar a volta às aulas presenciais, que estão suspensas desde o início de 2020, gerou insatisfação. No último sábado, cerca de 100 pessoas, entre alunos e pais de várias unidades do colégio fiizeram um protesto fizeram um protesto em frente à unidade do Pedro II localizada no Centro do Rio.

Ao todo, 13 mil alunos distribuídos em 472 turmas do Pedro II — que tem 14 unidades, estão sem aulas presenciais desde o início da pandemia, em 2020. Por dia, o Pedro II só oferece 40 minutos de aulas ao vivo pela internet. O reso do conteúdo é composto por gravações e documentos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos