Secretaria de Turismo de SP lança site para compartilhar ações que incentivem setor

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo lançou nesta quarta-feira (7) uma plataforma que reúne ações de municípios paulistas em relação ao setor de viagens com potencial de serem replicadas em outras cidades. O objetivo do site é ajudar prefeitos e secretários de turismo a encontrarem soluções para os problemas da pandemia e promover as viagens no estado. Em 2020, os destinos turísticos paulistas esperavam receber 46 milhões de visitantes, 65% deles vindos de outras cidades do estado. Porém, com a pandemia, a estimativa caiu para cerca de 29,5 milhões. O setor de turismo, que havia gerado 50 mil empregos diretos no estado em 2019, perdeu 150 mil vagas em 2020. Na plataforma, já há informações sobre ações realizadas em Águas de Lindóia, Brotas, Caraguatatuba, Holambra e Ilha Comprida, como manutenção de fornecimento de gás, água e eletricidade para quem não pode pagar, oferta de cursos profissionalizantes, prorrogação de prazo para pagamento de tributos, realização de festivais virtuais e a divulgação nas redes das prefeituras de serviços que fazem entregas. A plataforma é colaborativa --gestores poderão incluir experiências que deram certo em seus municípios. Acesse em melhorespraticasturismo.com.br. O site também conta com informações sobre o projeto Viva Rua SP, que incentiva a transformação de calçadas ou vagas para carros nas ruas em espaço temporário para mesas e cadeiras, de forma a aumentar a área externa de bares e restaurantes. Há descrições sobre a implementação jurídica do projeto e como adaptá-lo para cidades com perfis diferentes. "A troca de boas experiências é uma forma de abreviar o caminho para a recuperação econômica do nosso setor", disse Vinicius Lummertz, secretário de Turismo do estado.