Sede brasileira da Starlink, de Elon Musk, fica em região degradada de SP

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
A Starlink, divisão da SpaceX, comandada por Elon Musk, registrou sua representação no Brasil na rua Líbero Badaró, no centro histórico de São Paulo. Foto: Win McNamee/Getty Images.
A Starlink, divisão da SpaceX, comandada por Elon Musk, registrou sua representação no Brasil na rua Líbero Badaró, no centro histórico de São Paulo. Foto: Win McNamee/Getty Images.
  • A Starlink, divisão da SpaceX, registrou sua representação no Brasil na rua Líbero Badaró, no centro histórico de São Paulo;

  • A ‘Starlink Brazil Holding’ é a responsável pelo direito de explorar o sistema de satélites não geoestacionários;

  • Em janeiro, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou o direito da exploração para a SpaceX.

A Starlink, divisão de desenvolvimento de satélites de baixo custo da SpaceX, comandada por Elon Musk, registrou sua representação no Brasil na rua Líbero Badaró, uma região degradada do centro histórico de São Paulo, longe dos bairros mais nobres da cidade.

Portanto, lá se encontra a sede da ‘Starlink Brazil Holding’, responsável pelo direito de explorar o sistema de satélites não geoestacionários no país.

Em janeiro deste ano, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou o direito da exploração para a SpaceX.

Semana de Musk no Brasil foi agitada

Elon Musk, o homem mais rico do mundo, teve uma semana conturbada. Nos últimos sete dias, o bilionário anunciou suspensão da compra do Twitter, foi acusado de abafar um caso de assédio sexual que teria cometido e viajou ao Brasil para se encontrar com Jair Bolsonaro.

Viagem ao Brasil

A viagem ao Brasil é o último capítulo de sete dias conturbados na vida do magnata. O encontro que ocorreu nesta sexta-feira (20) com Jair Bolsonaro, teve de tudo, desde medalha de honra concedida pelo ministro da Defesa, elogios embaraçosos do Presidente da República, até proposta para que o bilionário instalasse uma fábrica da Tesla na Zona Franca de Manaus.

Acusação de abafar assédio sexual contra funcionária

A SpaceX, empresa aeroespacial fundada por Elon Musk, realizou o pagamento de US$ 250 mil, ou R$ 1,2 milhões, para uma comissária de bordo da empresa em um acordo extrajudicial que acusa o bilionário de assédio sexual. A informação veio à tona na última quinta-feira (20).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos