Seguidora do QAnon se elege para Câmara dos Estados Unidos

Extra
·1 minuto de leitura

Marjorie Taylor Greene, uma adepta da teoria da conspiração QAnon, se elegeu para uma cadeira na Câmara dos Deputados americana. Ela disputava na Geórgia, em um distrito fortemente conservador, e já era favorita para se eleger, após derrotar um concorrente republicano nas primárias em junho.

O QAnon é uma teoria da conspiração que acredita, sem nenhuma base na realidade, que Donald Trump combate uma conspiração pedófila satanista. O grupo foi apontado como uma ameaça terrorista pelo FBI.

— Q é um patriota. Ele é alguém que ama muito seu país, está na mesma página que nós e é muito pró-Trump — disse ela em um vídeo de 2017 do YouTube. — Estou muito animada que agora existe uma oportunidade única na vida de tirar essa conspiração global de pedófilos adoradores de Satanás, e acho que temos o presidente para fazer isso.

Diversos seguidores da teoria da conspiração estão concorrendo a cadeiras no Congresso neste ano.