Segundo ciclone raro atinge o Iêmen e mata uma mulher

Por Noah Browning DUBAI (Reuters) - Um extremamente raro e poderoso ciclone, o segundo em duas semanas, atingiu a ilha de Socotra, no Iêmen, com ventos poderosos como furacões, neste domingo, matando uma mulher e fazendo 5,000 pessoas fugirem de suas casas, disse um oficial da região. A nova tempestade, chamada Megh, aparece menos de uma semana depois de o ciclone Chapala matar 11 cidadãos do Iêmen em Socotra e na ilha principal, derrubando quase uma década de chuva média em apenas dois dias. "Uma mulher por volta de 40 anos morreu quando sua casa desabou em cima dela, e quatro outras pessoas estão feridas. O ciclone Megh é muito pior que o Chapala porque está passando diretamente por Socotra", disse Mohammed Alarqbi do Escritório Ambiental de Socotra, por telefone.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos