Segundo dia do vestibular Unesp tem questões sobre 'tubavalo' e peste bubônica

·2 min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS0 - Nesta segunda-feira (15), aconteceu o segundo dia do vestibular da Unesp para quem disputa uma vaga nos cursos com início para 2022 nas áreas de exatas e humanas --no domingo, a prova foi aplicada para os vestibulandos de biológicas.

A prova incluiu temas como peste bubônica, sistema binário de computação, uso consciente de água, além de uma questão que envolvia a combinação de espécies de diferentes animais, caso do "tubavalo" (a mistura de um cavalo com um tubarão) e o "chimpanfante" (chimpanzés com elefantes).

Ao todo, a prova foi aplicada em 31 cidades paulistas e em quatro de outros estados. De acordo com a Fundação Vunesp, eram esperados 30.371 vestibulandos e 27.609 compareceram, ou seja, a abstenção foi de 9,1% --o número é menor se comparado com o vestibular 2021, que chegou a 17,6%.

Para ingressar na Unesp, uma das universidades mais prestigiadas do país, os candidatos tiveram que responder a 90 questões durante cinco horas. Ao todo, os candidatos disputam 7.690 vagas em 136 cursos de graduação em 23 cidades no interior do estado de São Paulo.

O curso mais concorrido do dia era direito com 39,4 candidatos por vaga. Somando os dois dias da primeira fase ,a prova da Unesp foi realizada por 63.403, registrando, ao todo, 8,2% de abstenção.

O estudante Rodrigo Rubacow, 18, prestou vestibular para economia. Para ele, o vestibular reuniu muitas questões em que o candidato precisava interpretar muitos textos.

No início de novembro, ele fez a prova da Unicamp, que achou mais difícil por exigir mais conhecimento específico dos alunos. "Na Unicamp, precisava de fórmulas, lógica e conhecimentos decorados. Na Unesp, era muito fácil para se perder em uma questão", analisou ele.

Ana Luiza Ezequiel, 19, que busca uma vaga no curso de relações internacionais disse que foi uma prova equilibrada, com muitos textos, porém não tão cansativo de ler como o Enem.

A divisão da primeira fase em dois dias foi aplicada, pela primeira vez, no vestibular de 2021 e mantida para o de 2022. A mudança foi uma forma encontrada pela universidade para evitar aglomeração de candidatos em meio à pandemia da Covid-19.

A segunda fase está marcada para o dia 19 de dezembro. A prova também sofreu alteração em decorrência da pandemia. Antes, eram aplicadas questões dissertativas. Agora, para reduzir o tempo que o aluno fica dentro da sala de aula, a prova consiste em 60 questões múltipla escolha e uma redação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos