Segundo lugar do 'BBB 1', Vanessa Pascale lembra programa: 'Achava que ninguém estava vendo'

·1 minuto de leitura

Quando Vanessa Pascale recebeu convite para participar da primeira edição do 'BBB', em 2002, ela não sabia direito do que se tratava. "Miss Vanessa naïf", diz em tom de brincadeira. "Só me dei conta de que ficaria isolada no hotel, ao assinar o contrato. Morava com a minha avó e pedi para cuidarem dela", lembra.

Leia mais: Look escolhido por Juliette para a final do 'BBB 21' custa R$ 3.120

Vanessa, de 46 anos, está num refúgio no interior paulista e ainda não conseguiu se ver no reality, que está no ar no canal Viva e no Globoplay. A caiorca ficou em segundo lugar na edição que entrou para a História. Ela acha que chegou longe no jogo por ser alegre e apaixonada pela vida. "Pratico ioga desde os 13 anos e me relaciono bem com todo o mundo", conta. "O André (Gabeth, outro participante) foi o maior presente que ganhei ali, somos irmãos", afirma.

Sobre a questão racial, uma das pautas levantadas no 'BBB 21', compara: 'Em momento algum, discutimos negritude. O mundo despertou para esse assunto, estamos passando por uma reeducação". Na época, ela também não tinha a dimensão do alcance do programa: "Achava que ninguém estava vendo".

Modelo e atriz, com novelas e séries no currículo, Vanessa segue firme nas duas atividades. Participou de campanhas que fortalecem a moda inclusiva e também apresentou, por 15 anos, o programa "Livros Animados" no canal Futura. "Quero continuar atrelando minha carreira à questão da educação e da inclusão. Também estou com muita saudade do teatro. Quando acabar a pandemia, vai ser maravilhoso voltar aos palcos."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos