Segundo suspeito de esfaquear o jornalista Gabriel Luiz é preso

·2 min de leitura
Gabriel Luiz teve perfurações em diversas partes do corpo, foi submetido a cirurgias e está internado em um hospital particular da capital. (Foto: Reprodução/Instagram @gabluiz)
Gabriel Luiz teve perfurações em diversas partes do corpo, foi submetido a cirurgias e está internado em um hospital particular da capital. (Foto: Reprodução/Instagram @gabluiz)
  • A prisão foi efetuada pela Polícia Civil do Distrito Federal;

  • Um adolescente suspeito de ser coautor do crime, foi preso mais cedo, nesta sexta;

  • O jornalista teve perfurações em diversas partes do corpo, foi submetido a cirurgias e está internado.

O segundo suspeito de esfaquear o jornalista Gabriel Luiz, da TV Globo, foi preso nesta sexta-feira (15), de acordo com informações da Polícia Civil do Distrito Federal. Dois homens cometeram o crime ontem, na quinta-feira (14). Gabriel Luiz teve perfurações em diversas partes do corpo, foi submetido a cirurgias e está internado em um hospital particular da capital.

O suspeito foi preso no Cruzeiro, região onde fica a 3ª Delegacia de Polícia (que apura o ataque ao jornalista), segundo um investigador que atua no caso. Um adolescente suspeito de ser coautor do crime, foi preso mais cedo, nesta sexta, segundo informações da Polícia Civil.

Entenda o caso

Foi esfaqueado nesta quinta-feira (14), o jornalista Gabriel Luiz, 29 anos, quando chegava em casa, no Sudoeste, no Distrito Federal. O jornalista foi levado ao Hospital de Base de Brasília, onde foi atendido com hemorragia. As informações são do UOL.

Devido ao estado grave, porém estável de Gabriel, segundo boletim médico, ele passava por cirurgias e deve ficar em observação antes de ser transferido para uma UTI (Unidade de Tratamento Intensivo).

Segundo informações por nota do Corpo de Bombeiros, Gabriel sofreu perfuração no abdômen, no pescoço e na perna esquerda.

"No local, a equipe encontrou Gabriel sentado debaixo de uma marquise, tentando conter o sangramento. Devido à proximidade do Grupamento de Bombeiros do Sudoeste e o local do atendimento, chegamos rápido, fato que reduziu a perda de sangue", afirmou a corporação militar.

Formado em jornalismo pela UnB (Universidade de Brasília), Gabriel foi repórter de cidades e economia no Correio Braziliense e de política no portal Metrópoles antes de ser contratado pela Globo no Distrito Federal.

Na quarta-feira (13), o jornalista havia comemorado o aniversário de três anos como editor de notícias em um dos telejornais locais da emissora.

Em nota, divulgada na manhã desta sexta-feira (15) a Globo afirmou lamentar o ocorrido. A empresa disse ainda que aguarda as investigações da polícia.

"A Globo repudia veemente todas as formas de violência e espera que o caso seja esclarecido o mais rapidamente possível".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos