Segundo suspeito de matar turista argentino no Rio se entrega à polícia

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Júlio Cesar Oliveira Godinho, 24, um dos suspeitos de envolvimento na morte do turista argentino Matías Sebastian Carena, 28, se entregou à Polinter, na zona norte do Rio, no final de abril. Os outros dois suspeitos, Valterson Cantuaria e Thiago Lessa Silva, continuam foragidos.

A Polícia Civil informou que Godinho se apresentou no 24 de abril na Cidade da Polícia. A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária afirmou que Godinho está preso no Presídio Evaristo de Moraes, em São Cristovão, na zona norte da cidade.

Além de Godinho, a polícia prendeu no início de abril Pedro Henrique Marciano, conhecido por PH, 25, foi encontrado pela Polícia Militar na favela da Coreia, em Senador Camará, zona oeste do Rio, a partir de denúncias anônimas fornecidas ao disque denúncia.

Godinho e Marciano são amigos de outros dois envolvidos na agressão, que são considerados foragidos: Valterson Ferreira Cantuária e Thiago Lessa Silva. Cantuária, conhecido como Toddy Cantuária, foi integrante da banda de pagode Karametade, que fez sucesso no final dos anos 1990 e início dos anos 2000.

Segundo a polícia, Cantuária teria pego um táxi logo após a agressão, passado em casa no bairro de Ipanema e seguido para o aeroporto internacional onde embarcou em um avião para Madri, na Espanha. Ele é apontado como o autor do soco que desacordou o turista.

CRIME

O turista argentino Matías Sebastian Carena foi morto após ser agredido em um bar em Ipanema, zona sul do Rio, no 26 de março. O turista passava férias no Rio com amigos. Ele foi agredido em um bar chamado Barzin, frequentado por jovens de classe alta da cidade.

Os motivos que levaram às agressões ao jovem ainda não foram esclarecidos. Vídeo de câmeras de segurança de prédios na região, divulgado pela TV Globo, mostram Carena tentando fugir da agressão, quando é atingido no rosto por um soco.

Ele cai desacordado e bate a cabeça no degrau de uma loja. Mesmo no chão, ele continua sendo agredido. Um dos homens chega a usar uma muleta para bater no turista. Três homens são suspeitos de participar da agressão.