Segundo teste do ministro da Defesa para coronavírus dá negativo

Daniel Gullino
O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva

BRASÍLIA — O segundo teste do ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, para o novo coronavírus deu negativo. A informação foi divulgada pelo ministério na manhã desta quarta-feira. Azevedo já havia realizado um exame na semana passada.

Azevedo fez parte da comitiva presidencial que viajou aos Estados Unidos entre os dias 7 e 10 deste mês. O presidente Jair Bolsonaro também fez dois testes, ambos com resultados negativos.

Na terça-feira, outros ministros, como Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Ernesto Araújo (Relações Exteriores), também realizaram um segundo exame. Os resultados ainda não foram divulgados.

Até o momento, 16 pessoas que tiveram contato com Bolsonaro na viagem aos Estados Unidos foram diagnosticadas com o novo coronavírus.

São elas: o secretário de Comunicação da Presidência, Fabio Wajngarten; o secretário-adjunto de Comunicação, Samy Liberman; o senador Nelsinho Trad (PSD-MS), o deputado federal Daniel Freitas (PSL-SC), a advogada Karina Kufa, o publicitário Sérgio Lima, o diplomata Nestor Forster, o prefeito de Miami, Francis Suarez; o secretário especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia, Marcos Troyjo; o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Andrade; o presidente da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg),

Flávio Roscoe; o chefe do cerimonial do Itamaraty, Alan Coelho de Séllos e quatro integrantes do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), cujos nomes não foram revelados.