Segundo turno em Aracaju: pesquisa Ibope aponta Edvaldo com 53% das intenções de voto e Delegada Danielle com 32%

Redação Notícias
·2 minuto de leitura
Agência Brasil
Agência Brasil

Divulgada na última quinta-feira, a Pesquisa Ibope para o segundo turno da eleição à prefeitura de Aracaju-SE apontou vantagem para Edvaldo Nogueira. O candidato do PDT aparece com 53% das intenções de voto, contra 32% de sua adversária, Delegada Danielle, do Cidadania.

Apesar da liderança, a pesquisa mostrou uma queda de dois pontos percentuais para Edvaldo em relação ao último levantamento, realizado na sexta-feira passada. Já Danielle subiu um ponto.

A pesquisa da última quinta registrou ainda 13% de votos brancos ou nulos, além de 3% de entrevistados que não souberam ou não quiseram responder. Se levados em consideração apenas os votos válidos, dos quais são excluídos brancos, nulos e indecisos, a vantagem de Edvaldo é maior. Ele aparece com 62%, contra 38% da adversária.

O Ibope ouviu 504 eleitores na cidade de João Pessoa entre os dias 24 e 26 de novembro. O nível de confiança utilizado é de 95%, o que significa que esta é a probabilidade de os resultados retratarem, de fato, o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro, que é de 4% para mais ou para menos.

Eleições em Aracaju

Pouco mais de 400 mil eleitores em Aracaju, capital de Sergipe, vão às urnas para eleger prefeito em segundo turno de votação. O atual prefeito, Edvaldo Nogueira (PDT), vai disputar com Danielle Garcia (Cidadania).

Edvaldo, que teve 45.57% dos votos válidos, é velho conhecido da política local. Já foi vereador, vice-prefeito e é o atual prefeito da capital sergipana e, apesar de hoje no PDT, é um dos fundadores do PCdoB em Sergipe.

No segundo turno após ter 21.31% dos votos válidos, Danielle é delegada e já ocupou cargos de gestão na Segurança Pública do estado, além dejá ter atuado na Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

Eleições municipais em todo país

As Eleições 2020 moveram praticamente todo país neste domingo. Por conta do coronavírus, essa foi uma eleição diferente, com horários estendidos e mais critérios de segurança sanitária.

Uma questão que levanta muitas dúvidas ao longo processo é o famoso coeficiente eleitoral. Bem resumidamente, é a divisão do número de eleitores pelo número de vagas (nós explicamos com detalhes AQUI). Cada cidade, então, tem seu coeficiente eleitoral.

Caso não esteja presente na cidade onde você está apto para votar, é possível justificar seu voto. Para saber como, siga nosso guia clicando AQUI.

O que faz um prefeito?

O Estado se divide em três poderes o Executivo, Legislativo e Judiciário, e o prefeito é o chefe do Poder Executivo. Ou seja, é responsabilidade do prefeito administrar a cidade que exerce suas funções. Para mais detalhes da função CLIQUE AQUI e para saber quanto ganha um prefeito, CLIQUE AQUI.