Segundo turno em João Pessoa: Em debate, Nilvan relembra denúncias contra Lucena, que responde: 'Falta conteúdo'

Redação Notícias
·4 minuto de leitura
Pedro França/Agência Senado
Pedro França/Agência Senado

Cícero Lucena (Progressistas) e Nilvan Ferreira (MDB) promoveram um debate com algumas trocas de farpas nesta quinta-feira, na TV Tambaú. Lucena chegou a reclamar da postura ofensiva do adversário do segundo turno da eleição à prefeitura de João Pessoa (PB).

“Mais um debate em que o outro candidato vem para falsear as informações e não apresenta propostas. Eu quero debater projetos e falar da verdade. João Pessoa, meu compromisso é com o seu bem”, declarou.

Lucena se irritou com as declarações de Nilvan, que relembrou as denúncias contra o adversário ao longo de sua carreira política, especialmente como prefeito de João Pessoa, entre 1997 e 2005. “A cidade tem dois projetos distintos. Um que é a volta ao passado que não ajudou João Pessoa, o retrocesso, escândalos, corrupção, condenação, prisão, desvios de dinheiro. O outro é o que represento, a mudança, o novo, a esperança de dias melhores”, afirmou.

Leia também

“Represento o povo e você. Vencerei a eleição pra mudar a vida da cidade, pra impedir que a prefeitura volte a ser um balcão de negócios. Essa mudança só tenho como fazer ao seu lado. Dia 29 é a hora da mudança, da independência de João Pessoa”, completou o candidato do MDB.

Lucena tentou se distanciar das acusações, que tratou como “falsas”. “O outro candidato insiste em trazer falsas denúncias que sofri no passado. A ele falta conteúdo, terceiriza tudo. Eu, Cícero Lucena, estou querendo resolver os problemas do presente e preparar a cidade para o futuro, com qualidade de vida para as pessoas.”

O candidato do Progressistas apareceu como líder da Pesquisa Ibope da última terça-feira, com 44% das intenções de votos para este domingo, contra 36% de Nilvan. Lucena venceu o primeiro turno em João Pessoa com 20,72% dos votos válidos, contra 16,61% do adversário.

Eleições em João Pessoa

Cícero Lucena (Progressistas) e Nilvan Ferreira (MDB) vão disputar o segundo turno das eleições municipais de João Pessoa, capital da Paraíba. O colégio eleitoral, segundo o TSE, é de 522 mil eleitores.

Lucena obteve 20% dos votos válidos e é político de carreira antiga na Paraíba. Já foi governador da Paraíba, senador e prefeito de João Pessoa, além de vice-governador.

Com 16% dos votos válidos, Ferreira não tem experiência política anterior. Essa é a primeira vez que ele é candidato a um cargo eletivo.

Entenda o segundo turno

Para assumir a prefeitura no 1º turno, o candidato precisaria obter maioria absoluta - 50% mais um - dos votos válidos. Votos brancos e nulos não entram nessa conta.

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) esclarece que essa condição da existência do 2º turno é válida somente às cidades com mais de 200 mil eleitores.

Essa regra está prevista nos artigos 28 e 29 da Constituição de 1988, determinando, além do limite mínimo de habitantes, que o “segundo turno poderá ocorrer apenas nas eleições para presidente e vice-presidente da República, governadores e vice-governadores dos estados e do Distrito Federal, e para prefeitos e vice-prefeitos.”

Nas eleições de 2016 havia 92 municípios com mais de 200 mil eleitores. Já em 2020, outras três cidades alcançaram o número de habitantes mínimo. São elas: Ribeirão das Neves (MG), Paulista (PE) e Petrolina (PE). Sendo assim, nas eleições 2020, 95 municípios poderão ter um segundo turno para prefeito e vice-prefeito.

Eleições municipais em todo país

As Eleições 2020 moveram praticamente todo país neste domingo. Por conta do coronavírus, essa foi uma eleição diferente, com horários estendidos e mais critérios de segurança sanitária.

Uma questão que levanta muitas dúvidas ao longo processo é o famoso coeficiente eleitoral. Bem resumidamente, é a divisão do número de eleitores pelo número de vagas (nós explicamos com detalhes AQUI). Cada cidade, então, tem seu coeficiente eleitoral.

Caso não esteja presente na cidade onde você está apto para votar, é possível justificar seu voto. Para saber como, siga nosso guia clicando AQUI.

O que faz um prefeito?

O Estado se divide em três poderes o Executivo, Legislativo e Judiciário, e o prefeito é o chefe do Poder Executivo. Ou seja, é responsabilidade do prefeito administrar a cidade que exerce suas funções. Para mais detalhes da função CLIQUE AQUI e para saber quanto ganha um prefeito, CLIQUE AQUI.