Segundo turno só vai acontecer se Bolsonaro tirar votos de Lula, diz CEO da Quaest

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Jair Bolsonaro precisaria tirar votos de Lula para chegar ao segundo turno, segundo CEO da Quaest (Foto: EVARISTO SA/AFP via Getty Images)
Jair Bolsonaro precisaria tirar votos de Lula para chegar ao segundo turno, segundo CEO da Quaest (Foto: EVARISTO SA/AFP via Getty Images)

Para que Jair Bolsonaro (PL) consiga levar a eleição presidencial para o segundo turno, terá de tirar fotos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o favorito nas pesquisas de intenção de voto. A avaliação é de Felipe Nunes, CEO da Quaest, responsável pela pesquisa divulgada nesta quarta-feira (3).

“O segundo turno, que é o que está em discussão neste momento, só vai acontecer se o Bolsonaro conseguir tirar votos do Lula. O voto é um recurso escasso. Você tem que disputar dentro de um padrão, e todo mundo está muito próximo de seu teto. Eles têm que brigar entre si se quiserem aumentar ou diminuir a diferença”, afirmou Nunes, em entrevista à CNN Brasil.

O levantamento aponta que Lula tem 44%, enquanto Jair Bolsonaro aparece com 32%. A diferença de voto entre os candidatos era de 18 pontos em março e, agora, é de 12 pontos.

Nunes comentou ainda sobre a queda da avaliação negativa de Jair Bolsonaro: em março, rejeição ao presidente era de 49% e, agora, está em 43%.

“A parte mais significativa não está nas intenções de voto, mas na avaliação do governo. Quando a gente olha para a rejeição, ela caiu de forma mais consistente, e isso porque havia uma expectativa, por parte do governo, de toda a movimentação em torno do que estão tentando fazer para resolver os problemas dos brasileiros”, explicou.

Ao mesmo tempo, Felipe Nunes afirma que a queda de rejeição pode demorar para surtir efeito nas intenções de voto. “Já é algo mais demorado. As pessoas ainda estão muito desconfiadas em relação ao governo e outra porque as declarações do presidente também não ajudam para que essa movimentação aconteça nas intenções de voto.”

Veja como foram as últimas pesquisas eleitorais de 2022:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos