Seguranças da CPTM agridem vendedor ambulante de muletas, em SP

·1 min de leitura
Commuters wait for a Metropolitan train at the Luz station in downtown Sao Paulo February 10, 2011. Inflation quickened in Brazil and Chile in January on rising food and transport costs, putting more pressure on central bankers to push interest rates higher. The fare of the subway in Sao Paulo and the CPTM (Company Paulista Metropolitan Trains) will rise on February 13, 2011. REUTERS/Nacho Doce (BRAZIL - Tags: BUSINESS TRANSPORT)
Caso aconteceu na estação Granja Julieta, da linha 9-Esmeralda. Foto: REUTERS/Nacho Doce
  • Vítima não tinha parte de uma perna

  • Agentes jogaram homem no chão e retiraram suas muletas

  • Agressores foram afastados

Usuários da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), em São Paulo, filmaram o momento em que seguranças agrediram um homem de muletas no último sábado (18). O caso aconteceu na estação Granja Julieta, da linha 9-Esmeralda, na Zona Sul da capital paulista.

A vítima era um vendedor ambulante que não tem uma parte das pernas. Nas imagens, é possível ver os seguranças jogando o homem no chão e retirando suas muletas. Veja:

A CPTM emitiu uma nota informando que os agentes foram afastados de suas funções. "A companhia não admite qualquer prática de violência contra a vida, além de não compactuar com desvios de conduta." De acordo com a companhia, o comércio de ambulantes não é permitido nas estações de trens.

O deputado estadual Emidio de Souza (PT-SP), presidente da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos na Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo), afirmou que pediu explicações à direção da empresa sobre o caso.

"Desumana a truculência da segurança da estação Granja Julieta da CPTM contra um homem com deficiência. Pedi explicações à direção da empresa sobre a agressão e o afastamento dos agentes terceirizados enquanto durar a investigação”, escreveu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos