EUA: pedidos de seguro-desemprego aumentam mas permanecem baixos

(Arquivo) Em cifras corrigidas por variações sazonais, houve a apresentação de 238.000 pedidos, uma queda de 19.000 na semana encerrada em 29 de abril

Os pedidos de seguro-desemprego nos Estados Unidos subiram mais do que o esperado na semana passada, ao maior nível em dois meses, mas continuam historicamente baixos, informou nesta quinta-feira o Departamento do Trabalho.

O resultado mostra a força do mercado de trabalho, com poucas demissões porque os empregadores temem não encontrar substitutos.

Em dados corrigidos, foram registrados 258.000 pedidos de seguro na semana encerrada em 18 de março, 15.000 a mais do que na semana anterior. Os analistas esperavam 239.000 solicitações.

A quantidade de pedidos se mantém abaixo de 300.000 por semana verificada há dois anos, o que não ocorria desde 1970.

Embora possa haver oscilações semana a semana, os pedidos de seguro-desemprego são uma referência para medir as demissões e a saúde do mercado de trabalho.